quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Velhas Feridas


Outra vez...

Pisei velhas lembranças

Num descuido fácil de evitar

Quem jamais tocou velhas feridas

E as viu sangrar?

Entre a poeira, uma velha porta

Eu não queria chorar agora,

Mas encontrei sua foto.

E agora?

Cada vez que penso no passado,

Posso ter motivos pra chorar

Toda vez que toco as feridas,

Vejo você voltar

2 comentários:

  1. ah, versos que tecem tristezas, sentidos, caminhos, lindo demais...

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito desse poema... Realmente muito tocante.

    ResponderExcluir